28 de março de 2015

New Super Mario Bros. Wii

Capa bonita!
Desenvolvido por: Nintendo EAD Group Nº4
Publicado por: Nintendo
Director: Shigeyuki Asuke
Produtor(es): Takashi Tezuka, Hiroyuki Kimura
Compositor(es): Kenta Nagata, Shiho Fujii, Ryo Nagamatsu
Plataforma: Nintendo Wii
Lançamento: 15-11-2009 (EUA), 15-11-2009 (EU), 03-12-2009 (JP)
Género: Plataformas
Modos de jogo: Modo história que suporta até quatro jogadores em simultâneo
Media: DVD-ROM (4.7GB)
Funcionalidades: 3 slots para gravação de progresso na memória interna da Wii, Compatível com Wii Remote e Nunchuk 
Estado: Completo 
Condição: Razoável, o disco apresenta algumas marcas de uso
Viciómetro: Acabei-o uma vez quase a 100%.

(Mais um dia, mais uma análise!)

Montes de info pertinente.
Nintendo. Sem dúvida a empresa que faz algumas das minhas sagas favoritas de sempre, que incluem nomes como Zelda, Metroid e StarFox. E então o Mario? Bom, apesar de gostar imenso de alguns jogos clássicos no canalizador, não é de todo saga que siga com ansiedade, algo que se veio a acentuar desde o eterno Super Mario 64, um dos jogos que consta no meu Top 3 desta icónica personagem. E embora não tenha acompanhado a maioria dos jogos desde então, joguei alguns e obviamente comprei um ou outro. É o caso deste New Super Mario Bros. Wii, cuja compra foi influenciada pelo seu antecessor na DS. Este exemplar em questão foi adquirido num negócio via OLX e custou-me 10 euros, coisa não muito comum quando se tratam de jogos do Mario. Infelizmente apresenta algumas marcas de uso no disco pois pertencia a um miúdo, daqueles que têm pouco cuidado com as coisas mas o certo é que não o jogo não apresentou nenhum problema de funcionamento.

27 de março de 2015

P.N.03

Hey girl!
Desenvolvido por: Capcom Production Studio 4
Publicado por: Capcom
Director: Shinji Mikami
Produtor: Hiroyuki Kobayashi
Compositor(es): Shusaku Uchiyama, Makoto Tomozawa
Plataforma: Nintendo GameCube
Lançamento: 27-03-2003 (JP), 29-08-2003 (EU), 09-09-2003 (EUA)
Género(s): Acção, Third Person Shooter
Modos de jogo: Modo história para um jogador 
Media: Nintendo Optical Disc (1.4GB)
Funcionalidades: Gravação de progresso no Memory Card (5 Blocos)
Estado: Completo
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-o umas três vezes nas respectivas dificuldades tendo desbloqueado quase tudo.

(Ouvi dizer que vinha aí calor...)

Sem autocolantes foleiros!
Se são seguidores atentos da actividade videojoguistíca deste planeta certamente já ouviram falar dos Capcom Five. Não? Eu passo a explicar. Os Capcom Five não são nada mais nada menos do que cinco jogos exclusivos que a Capcom acordou produzir para a Nintendo GameCube numa tentativa de reforçar as vendas da consola e mostrar o seu potencial a todas as empresas third party por forma a que a mesma tivesse mais apoio e mais jogos. Estes cinco incluíam o jogo que trago até aqui hoje, P.N.03, Dead Phoenix, Viewtiful Joe, Resident Evil 4 e Killer7. Bom, como devem calcular todos deixaram de ser exclusivos da GameCube excepto este P.N.03 que se mantém até hoje. E o Dead Phoenix? Morto antes de nascer. O meu exemplar chegou à colecção algures em Janeiro de 2014, usado e oriundo do eBay por menos de 20 euros. Está em excelentes condições, diga-se.

26 de março de 2015

Batman - Arkham Origins [Collector's Edition]

Mas que grande caixote!
Desenvolvido por: Warner Bros. Games Montréal
Publicado por: Warner Bros. Interactive Entertainment
Director(es): Eric Holmes, Benoit Richer
Produtor: Ben Mattes
Artista: Jeremy Price
Argumentista: Dooma Wendschuh, Ryan Galletta, Corey May
Motor Gráfico: Unreal Engine 3
Plataforma(s): PlayStation 3, Xbox360, PC, WiiU
Lançamento: 25-10-2013 (Lançamento Mundial)
Género(s): Acção, Beat 'em up, Stealth 'em up
Modos de jogo: Modo história para um jogador, Challenge Rooms, Multiplayer Online
Media: Blu-Ray
Funcionalidades: Instalação obrigatória no disco rígido (4.7GB no mínimo), Compatível com sensor de movimento do Sixaxis, Compatível com função de vibração do DualShock3, HD 720p, DLC adicional
Estado: Completo
Condição: Impecável 
Viciómetro: Acabei-o uma vez em Normal, tendo completado as restantes challenges em Hard numa segunda ronda.

(Já viram o canal do Jogalhões no YouTube? Estão à espera do quê?!)

Muita informação pertinente.
Nanananananananananananananana BATMAN! Eis uma maneira diferente de começar uma análise a mais um jogo do meu herói favorito. Sim, nem o Spiderman consegue o lugar no topo existindo o Batman (embora já lá estivesse estado quando era mais puto). Bom, mas o que interessa mesmo é o jogo que trago até aqui e que dá pelo nome de Batman - Arkham Origins, nada mais nada menos do que uma prequela dos dois outros anteriores que nos leva até ao inicio de actividade do morcego como vigilante e claro, à primeira aparição daquele que considero o seu maior rival de sempre. Vocês sabem que é, não é preciso estar a revelar. Esta edição pela qual optei (e tive a sorte de conseguir) trata-se da Collector's Edition e traz o jogo num bonito steelbook com relevo, um artbook de tamanho acima da média e ainda vários posters dos vilões que aparecem no jogo. Mas a cereja no topo do bolo é a estatueta do Batman juntamente com o Joker, que é sem dúvida uma das melhores que vi nos últimos anos no que diz respeito a edições desde género. Ah, e traz ainda uma catrefada de DLC's para usar no jogo que na minha opinião não faziam falta nenhuma e já deviam fazer parte do mesmo mas adiante.  A mesma foi adquirida algures em 2013, lá por meados de Dezembro oriunda de uma loja online  por cerca de 60 euros já com portes. Não me arrependo nem um pouco.