20 de setembro de 2016

Wolfenstein - The New Order [Occupied Edition]


As duas capas.
Desenvolvido por: Machine Games
Publicado por: Bethesda Softworks
Director(es): Jerk Gustafsson, Jens Matthies, Fredrik Ljungdahl
Produtor(es): Jerk Gustafsson, Lars Johansson
Designer: Jerk Gustafsson
Artista(s): Kjell Emanuelsson, Axel Torvenius, Tor Frick
Argumentista(s): Jens Matthies, Tommy Tordsson Björk
Compositor(es): Mick Gordon, Fredrik Thordendal
Motor gráfico: id Tech 5
Plataforma(s): PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox360, Xbox One, PC
Lançamento: 20-05-2014 (Worldwide)
Género: First Person Shooter
Modos de jogo: Modo história para um jogador
Media: Blu-Ray Dual Layer (50GB)
Funcionalidades: Instalação obrigatória no disco rígido (8GB Mínimo), Compatível com função de vibração, HD 720p
Estado: Completo
Condição: Impecável 
Viciómetro: Acabei-o três vezes em diferentes dificuldades tendo atingido a platina.

(E o Verão está no fim...)

E respectivas traseiras.
Um dos cenários favoritos que um videojogo pode ter é certamente o chamado "what if?" onde por norma se pega em algo do mundo ou do universo de um determinado jogo tal como o conhecemos e pintam-se contornos diferentes possibilitando assim uma abordagem não convencional. Um dos mais utilizados, ou que pelo menos já vi mais do que uma vez num jogo, é o de "e se os Alemães tivessem ganho a WWII". O jogo que trago até aqui hoje é resultado desta abordagem e digo desde já que resultou muitíssimo bem! Este exemplar aterrou na colecção algures entre Novembro e Dezembro de 2014, por cerca de 20 e tal euros, oriundo de uma loja online. Uma vez que é a Occupied Edition, para além do jogo contém: um guia "turístico" de vinte páginas do Reino Unido ocupado, três postais, código para a beta do DooM (que já não serve para nada) e ainda uma carteira para o passe social. Não estou no gozo...

3 de setembro de 2016

AM2R - Return of Samus

Não, isto não existe na 3DS.
Desenvolvido por: Project AM2R
Publicado por: Project AM2R
Director: Milton 'DoctorM64' Guasti
Produtor: Milton 'DoctorM64' Guasti
Designer(s): Ramiro Negri, Steve 'Sabre230' Rothlisberger, Jack Witty, Kirill '1Eni1' Fevralev, Jasper, MichaelGabrielR
Artista: Azima 'Zim' Khan
Argumentista(s): James 'Ridley' Hobbs, Paulo 'Latinlingo' Villalobos
Compositor(es): Milton 'DoctorM64' Guasti, Darren Kerwin, Torbjørn 'Falcool' Brandrud
Motor gráfico: Game Maker Studio
Plataforma: PC (Windows)
Lançamento: 06-08-2016 (Lançamento Mundial)
Género(s): Acção, Aventura, Plataformas
Modos de jogo: Modo história para um jogador
Media: Formato Digital
Funcionalidades: Gravação de progresso (3 slots), Compatível com comando de Xbox360 e outros
Estado: Não se aplica
Condição: Não se aplica
Viciómetro: Acabei-o duas vezes com 100% de itens/exploração e estou na terceira ronda.

(Aviso: Esta análise pode conter spoilers!)

Agora que o blog sofreu uma mudança de visual (para melhor, penso eu de que), nada como inovar, ser audaz o suficiente para não me cingir apenas a jogos de consola mas também abordar um pouco aquilo que vou jogando em PC. Sim, também jogo em PC embora prefira coisas mais antigas como Doom e Quake, carregados de mods interessantes que os tornam em jogos melhores do que os que temos actualmente. E é mesmo por aí que pretendo seguir. Escrever sobre jogatana no PC mas abordando jogos mais obscuros, conversões, remakes e mods no geral. Para começar, tive a felicidade de eleger um dos melhores jogos que joguei até hoje, feito por fãs de uma das minhas sagas favoritas. Já adivinharam qual é? Pois bem, se não sabem tudo se resume a um nome apenas: Metroid. E o jogo em questão é o excelente, o fabuloso, o impressionante remake de Metroid II (sim, aquele que saiu para Game Boy e foi o primeiro jogo que analisei aqui no blog), que dá pelo nome de AM2R - Return of Samus. E este exemplar digital chegou à minha máquina no dia em que a saga fez 30 anos de existência, uma data especial que a equipa de desenvolvimento fez questão de celebrar ao lançar esta pérola (ao contrário da Nintendo mas já lá vamos).