6 de março de 2013

Resident Evil Archives - Resident Evil Zero


Arquivos, dizem eles.
Desenvolvido por: Capcom Production Studio 3
Publicado por: Capcom
Director: Koji Oda
Produtor: Tatsuya Minami
Argumentista(s): Noboru Sugimura, Hiromichi Nakamoto, Junichi Miyashita
Compositor: Seiko Kobuchi
Plataforma(s): Nintendo Wii, Nintendo GameCube
Lançamento: 10-07-2008 (JP), 01-12-2009 (EUA), 22-01-2010 (EU)
Género: Survival Horror
Modos de jogo: Modo história para um jogador
Media: DVD-ROM (4.7GB)
Funcionalidades: Vários slots para gravação de progresso na memória interna da Wii, Compatível com Wii Remote e Nunchuk, Classic Controller e Nintendo GameCube Controller
Outros nomes: Biohazard 0 (バイオハザード0) (JP)
Estado: Completo.
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-o uma vez e futuramente quem sabe se não dou mais uma volta.

(Verão, já chegavas!)

Autocolantes, ergh!
Nos tempos que correm, é bastante comum saírem reedições de jogos antigos, sobretudo aqueles que tiveram os seus momentos de glória bem como até os que passaram despercebidos. É uma prática que pode ser vista tanto com bons olhos ou com com desagrado. E percebe-se porquê. Por um lado, é uma oportunidade de mais pessoas poderem ter acesso a um jogo mas por outro poderá ser uma espécie de ofensa para quem comprou a versão original, provavelmente muito mais cara e sem os extras ou visuais com lifting HD. Seja como for, eu sou daquelas pessoas que tem o péssimo hábito de começar por comprar o original e mais tarde, se for mesmo daqueles jogos que gostei ou sigo a saga há anos, volto a investir numa nova versão. Sei no que poderão estar a pensar mas quem manda aqui sou eu. Bom, no caso de hoje, o jogo em questão foi adquirido em Dezembro de 2012, por cerca de 15 euros no Jumbo do Almada Fórum. Bem mais barato do que a versão original que adquiri há uns anos atrás.


Manual, papelada e DVD.
Resident Evil Archives - Resident Evil Zero é uma reedição do clássico de GameCube, exclusivo até este ter saído na Wii. Curiosamente perdeu a exclusividade de uma consola Nintendo para outra consola Nintendo logo entramos num paradoxo pois a exclusividade parece manter-se. Mas sem mais rodeios e em modo Jogalhões Flash, já sabem (ou deviam saber) que este título coloca-nos no inicio da saga, no que toca a jogos, antes de tudo o resto. Esta edição em concreto não traz nada de novo nos diversos campos técnicos pois os visuais são os mesmos da versão original sem tirar nem pôr, com a mesmíssima resolução. O som continua igual a si próprio, com a mesma banda sonora, mesmos grunhidos, gritos e afins. A jogabilidade, idem aspas, nada mudou de um para o outro logo os tank controls voltam à carga para gáudio dos saudosistas e pânico dos novatos pós RE4.

Morram sanguessugas nojentas!
"Então mas nada mudou?" poderão perguntar vocês. Bem, apesar de não ter conteúdo extra novo e continuar a incluir os poucos extras do original mudaram três coisas. Uma delas foi a caixa, que agora tem um artwork ligeiramente diferente e um Resident Evil Archives antes do título. A outra mudança é mesmo o facto de se poder utilizar o Wii Remote e o nunchuk, sem gimmick controls, claro está. Mas este esquema, na minha opinião é estranho pelo que sugiro que joguem ou com o comando da GameCube para uma experiência mais fiel ao original ou então se não gostam de fios ligados à consola, o Classic Controller serve perfeitamente. A terceira mudança, talvez a melhor a meu ver, o jogo vem apenas num disco ao contrário da versão original mas isso penso que nem seja preciso explicar.

Rebecca é exterminadora nos tempos livres.
Se não tiverem jogado este capítulo da saga, esta versão é uma óptima e acima de tudo barata opção para o fazerem. Se forem puristas sempre se podem lançar no eBay à procura da original a um preço decente e em boas condições mas o facto é que a versão de Wii há ao pontapé nas grandes superfícies. Bom era conseguir arranjar a do primeiro jogo que também foi reeditado. A seu tempo. Ah, e como é habitual, leva com o selo de JOGALHÃO DE FORÇA!

No próximo episódio, um FPS não muito badalado, na PS3. :)

MURRALHÕES DE FORÇA:
 

4 comentários:

  1. Continuarei com o meu da GC, obrigado. Dispenso os gimmick controls, é pena que essa versão não inclua mais extras.

    ResponderEliminar
  2. Cara, este jogo é maravilhoso! Gostaria de ter um Gamecube e ter os 3 jogos: RE0, RE1 remaker e Metal Gear Solid Twins Snakes...

    ResponderEliminar