17 de junho de 2013

Gunblade NY & L.A. Machine Guns - Arcade Hits Pack


Helicópteros estranhos.
Desenvolvido por: Sega
Publicado por: Sega
Plataforma: Nintendo Wii
Lançamento: 24-08-2010 (EUA), 27-08-2010 (EU)
Género: On-rail shooter
Modos de jogo: Modo história para um ou dois jogadores, Time Attack para um jogador
Media: DVD-ROM (4.7GB)
Funcionalidades: Gravação de progresso na memória interna da Wii, Compatível com Wii Remote e Nunchuk e com o Wii Zapper, Compatível com os modos 50Hz/60Hz.
Estado: Completo.
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-os várias vezes e dão para jogar ad-eternum.

(Parece que o governo também nos tirou o Verão...)

Aquelas máquinas é que eram!
Nos anos 90 era muito comum a malta reunir-se e ir aos salões de jogos, quer fosse nos intervalos das aulas ou nos tempos mais folgados. E por entre as partidas de snooker e matraquilhos, estavam indubitavelmente as máquinas de jogos onde tanta moeda era gasta só para ver se conseguíamos chegar ao fim ou simplesmente para bater o recorde de pontuação de alguém que teve sorte. Os jogos, esses, eram variadíssimos desde os afamados Sega Rally e Sega Rally 2, até ao eterno The King of Fighters '97, sem descurar o viciante Puzzle Bobble. Mas há um género muito apreciado, em particular por mim, que também teve o seu auge nesta época: os on-rail shooter. Popularizado em grande parte pela série Virtua Cop, este género evoluiu para várias vertentes e deu origem a vários títulos sobejamente conhecidos pelos fãs de videojogos. Hoje trago até aqui não um mas dois de uma só vez sendo eles o excelente Gunblade NY e o menos conhecido L.A. Machineguns, a sequela espiritual do anterior. Estes fazem parte do Arcade Hits Pack, tendo este exemplar aterrado aqui na colecção algures em 2012, por cerca de 18 euros, comprado online, claro está.

Mas deixemos a história para trás. A premissa de ambos os jogos é muito idêntica: temos uma máquina altamente avançada que mói tudo à sua passagem numa vaga de tiros e para complementar este pormenor temos também um grupo de perigosos terroristas a pôr em causa a segurança nacional em solo americano. O resto já podem imaginar, é destruição a rodos e a procura pela maior pontuação possível.

Manual, papelada e disco.
Procurando manter o produto fiel ao original, optou-se por não se mexer no grafismo de um modo geral. Assim sendo, os jogos mantêm-se muito parecidos às suas versões de arcada, o que para mim é uma pena pois o Gunblade NY, sendo mais antigo e correndo na plataforma Model 2, merecia um upgrade para ficar mais bonito. Os visuais deste são bastante datados, fazendo lembrar os primeiros tempos do 3D da Sega que na altura foram fabulosos mas que hoje são arcaicos e feios. Ainda assim não é isto que inferioriza a experiência pois este clássico não vive dos gráficos. O L.A. Machineguns é visualmente mais agradável correndo na plataforma Model 3, bastante mais evoluída por sinal. O único senão é que este não corre a 60 frames como nas arcadas, algo que não compreendo. Por outro lado, o Gunblade NY corre exactamente à mesma frame rate que nas arcadas.

Explosões, ambos os jogos estão cheios delas.
No departamento sonoro, existem umas quantas diferenças face à versão original do Gunblade NY que se prendem essencialmente com a omissão de algumas vozes, algo que mais uma vez me escapa à compreensão. De resto o som é idêntico em toda a sua extensão e a música igualmente. Quanto ao L.A. Machineguns não tenho termo de comparação pois nunca o joguei nas arcadas mas de um modo geral a sonoridade é boa e está um nível acima do jogo que o antecedeu.

Este mauzão é o culpado de tudo, TUDO!
Passando à acção a única diferença é que nas arcadas tínhamos que utilizar aquelas metralhadoras possantes e pesadas para desfazer as legiões de mecanóides inimigos enquanto na Wii utilizamos o nosso Wii Remote da maneira que nos der mais jeito, se possível, em conjunção com o Wii Zapper, sozinhos ou com um amigo ao lado. Diria que é menos cansativo e mais divertido, até porque não se tem de "meter chapa" quando perdemos as vidas todas. A duração de ambos é muitíssimo curta, algo normal num jogo deste género mas o seu replay value é imenso, sobretudo se formos teimosos ao ponto de tentar bater a pontuação que lá se encontra. Para além do modo normal, existe o Time Attack que se torna ainda melhor pois a nossa rota depende da pontuação atingida no presente cenário. Embora o Gunblade NY seja bastante rudimentar em termos de pontuação, o L.A. Machineguns já apresenta um sistema de combos que recompensam o jogador se o conseguir manter pelo maior tempo possível. A juntar a isto tudo, existem ainda leaderboards online para compararmos as nossas façanhas com jogadores do mundo inteiro.

Cinco bosses, isto é para meninos.
Existem contudo algumas pequeníssimas diferenças face aos originais. Ambos os jogos podem ser jogados a 4:3, para uma experiência mais próxima das arcadas ou a 16:9, tirando partido do espaço disponível no ecrã. Neste modo contudo, a mira não chega às extremidades do ecrã mas os inimigos também não infligem dano a partir daí, embora possam disparar contra nós nesse sítio. No Gunblade NY existem ainda algumas diferenças cosméticas, sobretudo porque não existem anúncios a marcas como no original. Certamente podiam lembrar-se de ver os cartazes da Fujifilm logo no primeiro nível coisa que agora já não existe pois a licença para tal expirou. Por outro lado, no terceiro nível, o suposto edifício das Nações Unidas já não explode deixando um enorme buraco na fachada, possivelmente devido aos eventos do 11 de Setembro. Em ambos os jogos podemos, depois de os terminar algumas vezes, mudar o modo de disparo sendo um mais rápido mas com menos dano e outro que dispara em três direcções com dano acrescido mas fire rate muito lenta. Sinceramente, o disparo normal que vem por defeito é o melhor dos três.

Mísseis, a munição mais utilizada pelos mauzões.
Gunblade NY & L.A. Machineguns - Arcade Hits Pack é uma excelente adição a qualquer biblioteca de Wii pois oferece dois bons jogos, intemporais e viciantes, bons para a velha guarda e os novatos de hoje em dia. E é algo que com alguma sorte se encontra por cá na ordem dos €9.90 portanto não há desculpa para deixar passar este JOGALHÃO DE FORÇA!

Brevemente a versão HD de um jogo originalmente lançado para a Wii vai passar por aqui. :) 

MURRALHÕES DE FORÇA:
 

3 comentários:

  1. Que nostalgia, eu joguei tanto nas maquinas dos salões de jogos o gunblade ny que até chegava a enjoar agora que queria dar uns toques nisso numa maquina não encontro. Optimo review e boa aquisição se bem que jogar na wii não deve dar a mesma pica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A última vez que o joguei nas arcadas foi para aí em 2003, no Vasco da Gama. Após isso, nunca mais o vi em lado nenhum. Na Wii é diferente, não se tem a metralhadora enorme a vibrar o que por si só tira muito do impacto do jogo mas pelo menos não se gastam moedas à toa. ^^ No PC com rato também é uma opção pois a emulação até está boa mas novamente a metralhadora continuará em falta.

      Eliminar
  2. Adorava jogar o Gunblade NY nas arcades!
    Não sabia era que o LA Machineguns não corre a 60fps. Talvez o jogo esteja a ser emulado e não convertido de raiz.

    ResponderEliminar