29 de julho de 2013

Borderlands 2


Este tipo deve ser masoquista.
Desenvolvido por: Gearbox Software
Publicado por: 2K Games
Director: Paul Hellquist
Produtor: Randy Pitchford
Argumentista: Anthony Burch
Compositores: Sascha Dikiciyan, Cris Velasco, Jesper Kyd, Raison Varner
Motor Gráfico: Unreal Engine 3 (Modificado)
Plataforma: PlayStation 3, Xbox360, PC, Mac
Lançamento: 18-09-2012 (EUA), 21-09-2012 (EU), 25-10-2012 (JP)
Género: Role Playing Shooter
Modos de jogo: Modo história para um jogador, Multiplayer offline co-op para dois jogadores, Multiplayer online co-op para até 4 jogadores
Media: Blu-Ray
Funcionalidades: Gravação de progresso no disco rígido, Compatível com Função de Vibração, Suporte HD 720p, Muito DLC adicional.
Estado: Completo
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-o uma vez com muitas horas de jogo e vou na segunda ronda a conta gotas até ter os DLC's todos.

(Verão, sort of...)

Não deixa de ser verdade.
Hoje em dia é muito comum misturar estilos quando se trata de jogos. Num mercado tão saturado é normal que tal aconteça até porque é necessário para evitar a estagnação que já se faz sentir de alguns anos para cá. Uma das sagas mais populares é sem dúvida Borderlands, que apesar de ainda curta, já conta com uma legião de fãs e jogadores por todo o mundo. Aparentemente parece apenas ser um FPS mas o seu twist de RPG com dungeon crawler tornam-no num atractivo para diversos nichos bem preenchidos. Borderlands 2 é o título que trago até aqui hoje e este foi adquirido algures no primeiro trimestre de 2013 por cerca de 22 euros, numa loja online como já é hábito.

1 de julho de 2013

No More Heroes - Heroes' Paradise


Girls, girls, girls!
Desenvolvido por: Grasshopper Manufacture (original), AQ Interactive
Publicado por: Konami (Europa, EUA), Marvelous Entertainment (Japão)
Designer: Goichi Suda
Compositor: Masafumi Takada
Plataforma(s): PlayStation 3, Xbox360
Lançamento: 15-04-2010 (JP), 20-05-2011 (EU), 16-08-2011 (EUA)
Género(s): Acção, Hack 'n Slash
Modos de jogo: Modo história para um jogador
Media: Blu-Ray
Funcionalidades: Instalação de 2.8GB no disco rígido, Suporte HD 720p, Compatível com PlayStation Move, Compatível com Função de Vibração, Compatível com Sixaxis
Outros nomes: No More Heroes - Red Zone Edition (JP)
Estado: Completo
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-o uma vez, tendo completado todas as missões e Ranking Fights.

(Será que o Verão veio para ficar?)

Bom conselho, a amarelo.
Hoje para variar um bocado é dia de Jogalhões Flash, que para quem não conhece é uma espécie de análise em fast foward, algo que aplico a jogos que por norma já trouxe até aqui noutras plataformas. O jogo de hoje já foi dado a conhecer por estas bandas e trata-se de No More Heroes, que nesta incursão na PS3 ganhou o subtítulo Heroes' Paradise (ou Red Zone Edition no Japão). O exemplar em questão foi adquirido novo e selado algures em 2012, se a memória não me falha, por cerca de 15 euros.

No More Heroes - Heroes' Paradise é uma actualização do antigo exclusivo da Wii, fruto da imaginação distorcida de Suda51, onde assumimos o papel do assassino otaku Travis Touchdown na sua ascensão meteórica pelo número 1 no ranking dos maiores assassinos. Até aqui nada de novo mas já lá vamos.