8 de dezembro de 2019

Metal Gear Solid 2 - Substance [Ultimate Collector's Edition]

Excelente artwork como é habitual.
Desenvolvido por: Konami Computer Entertainment Japan
Publicado por: Konami
Director: Hideo Kojima
Produtor: Hideo Kojima
Designer: Hideo Kojima
Artista: Yoji Shinkawa
Argumentista: Hideo Kojima
Compositor(es): Harry Gregson-Williams, Norihiko Hibino, Rika Muranaka
Plataforma(s): PlayStation 2, PC, Xbox
Lançamento: 19-12-2002 (JP), 03-03-2003 (EUA), 28-03-2003 (EU) (PS2)
Género(s): Acção, Aventura, Stealth 'em up
Modos de jogo: Modo história para um jogador
Media: DVD-ROM (4.7GB), DVD-ROM (The Document of Metal Gear Solid 2)
Funcionalidades: Gravação de progresso no Memory Card (90KB mínimo), Compatível com controlo analógico: todos os botões, Compatível com Função de Vibração.
Estado: Completo
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-o 3 vezes na íntegra: Very Easy, Easy e Normal. Fiz umas rondas em Hard apenas no Tanker para apanhar o Stealth. Joguei um pouco de cada modo extra disponível.

Tinha autocolantes mas voaram.
Para quebrar um pouco a rotina das análises, até porque abrandei o ritmo nestes últimos tempos, hoje apresento-vos um jogo sobejamente conhecido e que até já o tinha analisado anteriormente pelo que se tiverem interesse em ler a minha opinião acerca do mesmo é só pesquisar na lista completa da colecção. E como não faz sentido analisar o mesmo jogo visto ser para a mesma plataforma e virtualmente idêntico à versão original, passo a salientar aquilo que considero interessante nesta versão actualizada e recheada de extras inéditos. Este exemplar foi adquirido na Play N' Play algures durante o mês de Novembro de 2019, por 7.95€ estando em perfeito estado de conservação.


Manual e DVDs.
Metal Gear Solid 2 - Substance [Ultimate Collector's Edition] não é nada mais, nada menos do que uma versão actualizada do original que saiu apenas na PlayStation 2, agora disponível também noutras plataformas como a Xbox (onde esta versão foi lançada primeiro) e PC. O jogo base é o mesmo, com a mesma mecânica e sem diferenças aparentes a não ser o posicionamento de alguns itens, alguns objectos e texturas ligeiramente diferentes e pouco mais. Por exemplo, os posters da FHM foram substituídos por imagens de domínio comum, provavelmente por expiração de direitos. Outra diferença está nos Thermal Goggles que têm agora um efeito visual diferente. Foram adicionadas também novas Dog Tags a juntar ao conjunto original do jogo anterior, que são exclusivas de PS2.  Temos ainda a hipótese de escolher em que capítulo começar a nossa aventura, Tanker, Plant ou ambos, algo que na versão original não existia. Na versão de PS2, continua-se a fazer uso da pressão dos botões para diferentes acções, coisa que em Xbox e PC tem botões específicos para tal, fazendo da versão de PS2 a superior na minha modesta opinião.

O inlay informativo.
Mas esta versão alberga alguns extras bastante interessantes não presentes na versão original como é o caso da VR Missions, 350 no total e as Alternative Missions, que totalizam 150. Estas missões são variadas nos seus objectivos que passam por Sneaking, Weapon, First Person View, Variety, Hold Up, Bomb Disposal, Elimination e Photograph, que podem ser jogados não só com Snake e Raiden mas com variantes deles, incluindo o Ninja. Tudo isto pode ser desbloqueado à medida que se vai conquistando cada missão. As Alternative Missions situam-se em locais específicos da história principal com objectivos variados.

Ninjices...
Ainda nos extras existem as Snake Tales, onde jogamos com Snake em missões não-canónicas em diferentes locais da história principal. Nestas não temos radar e o nosso inventário é bastante limitado pelo que temos de procurar em todos os cantos e recantos por itens para conseguirmos progredir. Estas missões não têm voice-acting sendo contadas através de texto, onde também podemos gravar o progresso visto não existir Codec para o efeito durante o jogo. A bizarria destas missões é também enorme pois vamos ver coisas muito estranhas como por exemplo um soldado gigante que basicamente é uma espécie de Godzilla a atacar a Big Shell. Exclusivo da versão PS2 é um mini jogo de skate onde podemos usar Snake ou Raiden para desbundar sobre rodas na Big Shell, sendo que isto é uma espécie de demo para o jogo Evolution Skateboarding. A meu ver não é uma experiência ao nível de um Tony Hawk pois a jogabilidade é muito rígida mas não deixa de ser um extra giro.

Snake radical.
Mas o melhor desta edição é o disco extra intitulado The Document of Metal Gear Solid 2, que está repleto de extras acerca do ciclo de produção do jogo, incluindo imenso material desde storyboards, ilustrações, modelos 3D de personagens e cenários que podemos visualizar e manipular, cenas em tempo real que podemos ver de diferentes ângulos podendo pausar e apreciar frame a frame, fotografias, vídeos, trailers, imensos documentos em texto, as músicas usadas no jogo, modelos e outros objectos não utilizados entre outras coisas. Inclui ainda um conjunto de VR Missions, cujo progresso serve para desbloquear as personagens todas nas VR Missions incluídas no outro disco. A primeira print do jogo na PS2 recebeu este disco, na Europa apenas, daí o Ultimate Collector's Edition que está num pequeno autocolante na parte frontal da capa. Na reedição europeia este disco não está presente e distingue-se facilmente da inicial pois usa as comuns caixas azuis enquanto a primeira vem numa caixa transparente.

Este tipo até se derrota facilmente... com manha.
E agora perguntam vocês, porque razão prefiro esta edição do jogo em vez da HD? Por todos estes extras claro. A versão HD apesar das coisas boas que tem, como por exemplo a resolução superior e ser baseada neste Substance, não inclui os extras todos como é o caso do mini jogo de skate e este DVD. O certo é que na verdade, agora tenho as três versões do jogo e é só escolher a que estiver mais à mão. Se tiver de recomendar, esta versão é sem dúvida aquela que devem jogar caso seja a primeira vez que se aventuram nesta demanda pois ainda se arranja com facilidade e a baixo custo, mostrando também o potencial da PS2. E como tal é um JOGALHÃO DE FORÇA!

MURRALHÕES DE FORÇA: 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário