14 de setembro de 2011

Dead Nation

Capa custom pois não há retail.
Desenvolvido por: Housemarque
Publicado por: Sony Computer Entertainment
Plataforma: PlayStation Network (PS3)
Lançamento: 30-11-2010 (EUA), 01-12-2010 (EU)
Género: Shoot 'em up
Modos de jogo: Modo campanha local e online co-op para um ou dois jogadores
Media: Suporte Digital
Funcionalidades: Instalação no disco rígido, Gravação de progresso no disco rígido da consola, HD 720p, 1080i, 1080p, Compatível com Função de Vibração, Suporte de auricular Bluetooth
Estado: Não se aplica.
Condição: Não se aplica.
Viciómetro: Acabei-o imensas vezes até conseguir platina.

(Reparei agora que já ultrapassámos a barreira das 10 mil visitas. Desde já agradeço a todos os que por aqui passam, lêem e comentam, dentro ou fora do blog. Ah, e continuem a visitar-nos!)

Vandalizar veículos faz parte da acção.
Há uns meses atrás, um grupo de idiotas com bastantes conhecimentos e muito tempo em mãos, decidiu entrar de forma ilícita nos servidores da PlayStation Network dando origem a um dos acontecimentos do ano, dentro deste mundo dos videojogos. E será certamente um acontecimento que ficará para a história, dada a proporção que o mesmo atingiu, tendo estado todos os utilizadores do serviço em questão, cerca de um mês e tal sem acesso ao mesmo. Isto para juntar à ameaça de dados roubados, nomeadamente números de cartões de crédito, dados pessoais e afins. Para "compensar os estragos", a Sony prontamente lançou o programa Welcome Back, que ofereceu acesso gratuito ao serviço PlayStation Plus, bem como quatros jogos à escolha, dois de PS3 e dois de PSP, de uma lista de cerca de dez jogos. Ora bem, esta história toda é apenas para dizer que na vida há coisas que vêm por acaso, ou depois de algum infortúnio. E como o ditado diz que depois da tempestade vem a bonança, creio que o jogo de hoje ilustra esse cenário na perfeição. Marcado com o preço de €12.99, este exemplar digital custou zero e foi um dos jogos que escolhi neste programa. Obrigado Sony!


Zombies... muitos zombies!
Dead Nation é daqueles jogos que andava a passar ao lado de muito boa gente até se ter dado esta "tragédia" na PSN. Depois de ver a lista, não tinha dúvidas em relação a que jogos escolher mas este deixou-me curioso. Após ver uns vídeos no YouTube, prontamente me decidi. A acção desenrola-se num mundo ficcional onde se deu um apocalipse zombie, fruto de uma infecção qualquer para a qual não existe cura até certo ponto. Contudo, os nossos heróis parecem ser imunes à infecção mesmo levando arranhadelas e dentadas dos zombies, pelo que iniciam uma demanda ao longo de dez níveis repletos de monstruosidades para matarmos como bem entendermos.

Aquele elevador vai ter de funcionar!
Apesar de ser um jogo bastante simples pois afinal de contas é apenas um simples Shoot 'em up, Dead Nation apresenta uns visuais bastante cuidados, com localizações bastante pormenorizadas e com alguma variedade, pois não estamos somente numa cidade, bem como imensos zombies que diferem entre si, embora pareçam todos iguais a dada altura. A verdade é que só reparamos nisso em partes onde aparecem em pequenas quantidades pois por norma, as hordas são de centenas e perdemos a noção se são iguais ou não. Ainda assim, é um jogo muito agradável, com excelentes efeitos visuais e de iluminação, com um ambiente fantástico, que poucos jogos com zombies conseguem proporcionar. E sim, vão dar saltos de vez em quando pois os zombies são muito imprevisíveis.

A parte sonora de Dead Nation é também um ponto de destaque, não só pelo som no geral, que é excelente, desde os efeitos sonoros das armas, aos grunhidos e rugidos dos zombies e afins, mas também pela música que é bastante catchy, apesar de um pouco repetitiva ao longo do jogo. O certo é que fica no ouvido. À semelhança de muitos outros jogos, a música tem os seus altos e baixos, algo que os indica quando vamos ter acção com fartura ou simplesmente um momento de calmaria. Existe algum voice-acting nas cutscenes ilustradas entre os níveis, que é bastante competente sem ser nada do outro mundo.

Tanta carninha para canhão.
Mas o que torna Dead Nation tão bom? Sem dúvida, a jogabilidade. É extremamente fácil de aprender e um desafio dominar na perfeição. Tratando-se de um Shoot 'em up, o verdadeiro desafio está em conseguir o máximo de pontuação, algo que só é possível se conseguirmos manter um multiplicador no máximo. Significa isto que não podemos ser atingidos pelos inimigos, ou pelo menos devemos tentar não ser sob pena de perdermos muitos pontos. Mas Dead Nation prima pelo divertimento que proporciona pois a ideia é rebentar os zombies e outras monstruosidades que se atravessam no nosso caminho, enquanto tentamos chegar ao final do nível. Para tal contamos com um arsenal que vai desde metralhadoras, caçadeiras e lança-rockets, a armas eléctricas e ainda uma que dispara hélices! Isto sem contar com as granadas, minas anti-pessoais e flares, sempre úteis para limpar grandes concentrações de inimigos. Obviamente podemos fazer upgrade a tudo isto, bem como explorar bem os níveis para conseguirmos obter novas peças de armadura e ainda dinheiro para podermos comprar coisas novas.

Um passeio pelo parque.
Embora possamos enfrentar estas hordas sozinhos, o jogo em co-op torna as coisas mais divertidas ainda se bem que confusas por vezes, caso ambos os jogadores não estejam ao mesmo nível. Quando digo isto, refiro-me a jogarem de maneira parecida, algo que ajuda imenso pois a coordenação é imperativa para se conseguir uma pontuação elevada. Jogar com alguém que anda guns blazing pelos níveis, é terrível, isto na minha experiência. Com calma e alguma estratégia, conseguem-se excelentes resultados. O jogo apresenta ainda um excelente leaderboard, onde temos acesso não só aos nossos resultados mas também aos de qualquer jogador podendo assim comparar pontuações e afins. Também podemos ver em que lugar o nosso país se encontra e quantos ciclos do vírus já ajudámos a limpar. E para me gabar um bocadinho, já estive no top 3 nacional, mais concretamente em segundo lugar. Depois lá apareçam uns mais viciados ainda que me desterraram para 5º lugar. Se nos tempos que correm estiver no top 10 já me dou por contente!

Em suma, Dead Nation é excelente. Simples, frenético, viciante, sozinho ou a dois, é daqueles jogos que dá para jogar vezes sem conta. O sucesso aparentemente tardio não foi em vão pois consta-se que vão lançar episódios novos, ou seja, novos níveis, algo que espero com expectativa. E não há dúvidas, é um JOGALHÃO DE FORÇA!

Amanhã, seguimos a continuação de um remake de um clássico. :)

MURRALHÕES DE FORÇA: 
 

6 comentários:

  1. Este é um ótimo jogo. O nível de detalhes é impressionante. Pena não ter versão em mídia para colecionadores.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo comentário Ernesto! De facto é pena, preferia ter o jogo em suporte físico, mais a mais, agora que vai sair uma expansão. :)

    ResponderEliminar
  3. Eu acabei ontem Dead Nation no modo normal, será que consigo acabar no Hard sozinho sem ajuda de ninguém?..rs
    Última fase tem zumbi que não acaba mais...rs

    ResponderEliminar
  4. Obrigado desde já pela visita. Sim, dá para acabares em Hard sozinho se jogares bem e com calma, eu consegui e não é assim muito difícil. Aconselho que faças upgrade ao lança-granadas, arma eléctrica ou à que dispara lâminas. Torna o nível final bem mais fácil.

    ResponderEliminar
  5. Opa, valeu pela resposta irmãozinho, vc tem muitos jogos, várias analises bacanas.
    Peguei seu FB aqui no blog e te add: Julio Soares, sou do Brasil, espero não ter problema.
    Abraços!!

    ResponderEliminar
  6. Claro que não tem problema! Obrigado pelo add e pelas visitas aqui ao espaço. :) Há muito para ler e divulgar, visto esta colecção estar sempre em crescimento.

    ResponderEliminar