19 de abril de 2019

Jogalhões de Força - O 10º aniversário!

Lamento mas não sobrou bolo!
Há precisamente 10 anos atrás, o Jogalhões de Força abria as suas portas ao mundo. Se me dissessem que 10 anos depois ainda iria estar activo muito provavelmente não iria acreditar pois já larguei projectos de maior envergadura por muito menos. Mas o certo é que esta ideia surgiu da necessidade de manter alguma organização na colecção que está sempre a crescer e são poucos os sítios onde se possam manter a dita organizada de maneira personalizável e de fácil acesso, com controlo total de tudo, sejam os jogos, fotos e afins. As análises vieram por acréscimo pois inicialmente isto seria apenas para ter a lista de jogos e fotos dos mesmos mas como já tinha escrito algumas para sites e fóruns, peguei nas mesmas e inseri nos posts de forma a complementar mais as coisas e haver algo mais para ver, ler e explorar. E eis que volvidos 10 anos isto ainda continua a seguir essa fórmula, tendo sofrido algumas ligeiras modificações e melhoramentos, com mais ou menos coisas publicadas onde existiram alguns períodos de "seca" por falta de tempo, paciência ou simples bloqueio editorial mas nunca por falta de jogos. Noutros períodos como foi o caso recentemente (e mesmo há uns anos atrás), todos os dias havia uma análise nova. Mas neste momento, posso afirmar que tenho a lista em dia, com novas análises a serem lançadas mas numa base semanal pois são coisas que já joguei mas não são numerosas o suficiente para justificar serem lançadas diariamente. Além do mais tenho ainda alguns jogos (tanto recentes como antigos) para jogar na estante o que fará com que não faltem análises futuras. E a wishlist vai sempre crescendo no que concerne a jogos antigos portanto o retro há-de estar sempre activo por estes lados.

Este foi o primeiro banner do blog!
Resta-me agradecer a todos os seguidores, leitores e visitantes que vão aparecendo para ver o que se passa por estas bandas, nesta era onde é mais fácil ter sucesso com um canal de YouTube do que a escrever. Mas eu gosto assim e há que manter vivas certas tradições para que não caiam no esquecimento. Um bem haja a todos!

Sem comentários:

Publicar um comentário