25 de maio de 2011

Super Mario All-Stars

Repro de uma das caixas originais.
Desenvolvido por: Nintendo EAD
Publicado por: Nintendo
Compositor: Soyo Oka
Plataforma(s): Super Nintendo, Nintendo Wii
Lançamento: 14-07-1993 (JP), 01-08-1993 (EUA), 16-12-1993 (EU)
Género: Plataformas
Modos de jogo: Modo história para um ou dois jogadores
Media: Cartucho de 24-megabit
Funcionalidades: Gravação de progresso no cartucho (3 Slots para cada jogo)
Estado: Incompleto, falta a caixa e o manual
Condição: Impecável
Viciómetro: Acabei-o tantas vezes...

(A espera torna-se cansativa...)

Traseira a fazer pandã.
Há dois posts atrás, falei de um remake que me deu imenso gozo em jogar pois o original foi um dos jogos que mais gostei na época. Hoje voltamos aos remakes mas em vez de um são logo quatro! Sim, quatro remakes de quatro grandes jogos, um deles novidade no ocidente e que tantas horas de diversão proporcionaram, ainda que já os tivesse jogado anteriormente na NES mas um novo look é sempre uma boa razão para se jogar novamente. Este exemplar chegou-me às mãos por meios incertos, daí apresentar-se incompleto. Se porventura tiverem a caixa com o manual e já não ligarem a jogos, aceito doações! Se tiverem outro exemplar do jogo, também aceito. Se souberem onde arranjar estes itens, agradeço também a informação. :P


O solitário cartucho, para grande pena minha.
Sem mais rodeios, Super Mario All-Stars traz até à Super Nintendo tudo aquilo que de bom se passou na NES, em termos de plataformas. Um único cartucho com quatro excelentes jogos: Super Mario Bros., o único e original; Super Mario Bros. 2, a estranha sequela; Super Mario Bros. 3, o melhor jogo da série até hoje e uma novidade para os ocidentais, Super Mario Bros.: The Lost Levels que se resume ao jogo "perdido" ou melhor ainda, à verdadeira sequela do original pois este no Japão é o verdadeiro Super Mario Bros. 2. O nosso lá dá pelo nome de Super Mario USA mas existe um jogo igual, mudando só os sprites das personagens.

A pandilha reunida.
Como é óbvio, não vou entrar em pormenores relativamente ao enredo de cada jogo daí parto logo para a parte técnica. Sendo um remake de quatro jogos antigos, este SMAS (não confundir com os serviços municipalizados aqui de Almada) apresenta um visual completamente renovado, a condizer com os 16-bit da SNES, com cores vivas, fortes e contrastantes, sprites redesenhados e animados de forma precisa e impecável, com cenários ainda melhores onde a pormenorização e o detalhe são reis e senhores. Jogar Mario assim dá gosto e é realmente como se deve jogar a menos que sejam muito saudosistas e prefiram os 8-bit. Seja como for, de qualquer forma é bom. Esta alteração gráfica também permitiu a introdução de diversos novos elementos visuais nos jogos, conferindo assim um toque especial em cada um deles.

Mario conquista o primeiro nível.
A condizer com o grafismo renovado, a música também foi toda ela alvo de uma valente mudança, com todas as faixas a serem remasterizadas para os 16-bit, resultando numa impressionante banda sonora retendo toda a nostalgia das originais sem perder uma pitada. Todo o som foi também modificado, como não podia deixar de ser, com excelentes efeitos e algumas novidades, pois um remake não pode só ser uma "lavagem de cara".




Os nabos neste jogo matam!
E novidades encontram-se também na jogabilidade, especialmente na física de jogo, onde se nota uma maior fluidez da acção, as personagens respondem ligeiramente melhor face às suas versões originais e claro, corrigiram-se algumas inconsistências e glitches. Fora isso é tal e qual jogar qualquer um dos antigos. Para tornar a tarefa mais fácil e apelativa a mais públicos, podemos gravar o nosso progresso individualmente para cada jogo, em qualquer parte, ainda que tenhamos de começar do inicio do mundo onde gravámos. A única excepção é em The Lost Levels, onde começamos exactamente no nível onde ficámos, algo que me agradou pois este jogo é realmente um desafio, para não dizer difícil que nem cornos, nos níveis finais.

Melhor power-up de sempre...
Recentemente, Super Mario All-Stars foi lançado para a Wii, como um edição especial comemorativa dos 25 anos do Mario que traz este jogo num DVD, numa espécie de emulação à la Virtual Console, fazendo-se acompanhar de um livro de 32 páginas com a história de Mario e ainda um CD com músicas de vários jogos da série. Estima-se que comece a valer bastante futuramente pois já começa a ser raro achar esta edição à venda. Curiosamente, existe também uma versão chamada Super Mario All-Stars + World, que inclui ainda Super Mario World, tendo sido lançada nos Estados Unidos e Europa mas nunca a vi à venda. O GBA teve ainda direito a versões individuais destes remakes na série Super Mario Advance, excepto de The Lost Levels.

Cogumelo estragado!
Se gostam de jogos de plataformas, este é um título que recomendo vivamente pois continua actual, bastante jogável e aconselhado a qualquer idade. A versão de Wii será a principal a considerar por ser a mais recente mas se forem coleccionadores ou preferirem a original, o eBay terá certamente um exemplar para vocês. E não restam dúvidas, é um JOGALHÃO DE FORÇA!

Voltamos à PlayStation, com um jogo bem original, amanhã. :)

MURRALHÕES DE FORÇA: 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário