24 de fevereiro de 2019

1942 - Joint Strike

Custom made!
Desenvolvido por: Backbone Entertainment
Publicado por: Capcom
Director: Melissa Bachman-Wood
Produtor: Maximillian Fitzmaurice
Designer: Marcus Montgomery
Compositor: Norihiko Hibino
Plataforma(s): PlayStation 3, Xbox360
Lançamento: 24-07-2008 (PSN), 23-07-2008 (XBLA)
Género: Vertical scrolling shooter, Shoot 'em up
Modos de jogo: Modo arcade para um ou dois jogadores online ou offline
Media: Não se aplica
Funcionalidades: Instalação no disco rígido, Gravação de progresso no disco rígido, Compatível com Função de Vibração, HD 720p, 1080i e 1080p
Estado: Não se aplica
Condição: Não se aplica
Viciómetro: Acabei-o uma vez na dificuldade mais fácil e desisti de tentar nas outras.

(Fun fact: continua a ser fim de semana portanto não há fun facts!)

Os bosses gostam de dar nas vistas.
Hoje para ser diferente de todos os outros dias trago de volta o Jogalhões Flash, que para quem não sabe, são análises relâmpago a jogos que já analisei noutras plataformas mas que são basicamente os mesmos ou simplesmente jogos pequenos sem grande conteúdo para comentar. O que aqui vos apresento hoje encaixa-se nessa categoria na perfeição e foi adquirido algures entre Novembro e Dezembro de 2015, por 2.99€ numa promo da PSN.


É tudo para rebentar.
1942 - Joint Strike é uma tentativa de trazer de volta à ribalta esta famosa série de shmups que se alimentava freneticamente de moedas nos salões de jogos e depois deu o salto até aos nossos lares em diferentes plataformas mas mantendo a sua característica principal: comer moedas. Bom, neste caso caseiro, alimentar-se da nossa paciência. Joint Strike não se esforça por ser diferente nesse aspecto. Basicamente temos aqui um remake do jogo original mas que combina elementos de outros jogos como por exemplo a barra de vida e bombas de 1943: The Battle of Midway, o charged attack e aumentos de ranking de 1941: Counter Attack e o line-up de aviões, níveis de bónus e ranking de níveis de 19XX: The War Against Destiny.

Neste jogo tudo é assim para o escuro.
Em termos visuais, 1942 - Joint Strike opta por um grafismo tridimensional mas mantendo a mesma perspectiva dos jogos anteriores, proporcionando uma experiência à antiga mas com um gostinho mais actual. Pessoalmente preferia que tudo fosse pixelart e sprites pois é o que gosto de ver neste género mas as coisas até funcionam bem dentro destes novos parâmetros e como uma performance bastante sólida a bater nos 60 frames sem grandes problemas. Claro que tudo me pareceu bastante castanho pois são os tons predominantes neste título onde vamos ver diversos inimigos, bosses enormes e explosões, muitas explosões. A sonoridade de 1942 - Joint Strike não é algo que me tenha ficado particularmente a ecoar nos ouvidos mas ainda assim os temas adequam-se à acção e os efeitos sonoros são competentes no seu trabalho embora os som do tiros dos nossos aviões comecem a ficar repetitivos muito rapidamente.

Está de chuva.
No que diz respeito à jogabilidade, o controlo das nossas aeronaves é bastante fácil, com algumas diferenças entre cada uma, sendo umas mais rápidas e vice versa, com um arsenal que vai desde os nossos tiros normais que podemos escolher ao apanharmos certos itens, bombas, mísseis e afins. A progressão é tipicamente arcade, com apenas cinco níveis onde a dificuldade escala muito depressa tornando o jogo um exercício constante de frustração e dor. E isto mesmo na dificuldade mais fácil que nos dá 9 vidas. Não há continues que nos valham também portanto apliquem-se para verem o final. Podemos também optar por jogar em co-op, seja online ou offline, onde os mísseis são substituídos pelos ataques joint strike que sinceramente não são grande coisa.

A dois... não é nada mais fácil.
Em suma, 1942 - Joint Strike não é um jogo que recomende por todos estes motivos a menos que o apanhei barato como foi o meu caso. É demasiado difícil, frustrante e curto para se perder muito tempo de volta do mesmo mas se forem fãs de shmups talvez tenham aqui algo com que se entreterem. Posto isto, resta dizer que estando na colecção é também um JOGALHÃO DE FORÇA!

Próximo jogo: um jogo de puzzles bem divertido na 3DS.

MURRALHÕES DE FORÇA:
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário